EAT, PRAY, LOVE

Eis que um dia, eu resolvi assistir “Comer Rezar Amar”. Antes que vocês pensem que eu só sei falar de filme, eu também sei falar de outras coisas, mas esse filme mexeu comigo, então, aguentem. E apesar de estar totalmente sem tempo para viver, eu sempre necessito encontrar um tempo para assistir à um filme, ler alguma coisa ou assistir alguma série. Eu também gosto de ter pelo menos 2% de qualidade de vida, né? acho que todos precisam de um momento para relaxar a mind.

large

Para começar, vamos entender do que se trata essa história cativante, né? Pois bem! Elizabeth (Julia Roberts ) descobre que sempre teve problemas nos seus relacionamentos amorosos. Um dia, ela larga tudo, marido, trabalho, amigos, decidida a viver novas experiências em lugares diferentes por um ano inteiro. E parte para a Índia, Itália e Bali, para se reencontrar numa grande viagem de auto conhecimento.

O filme se passa mais ou menos nessa linha de raciocínio (o que me agradou muito): uma mulher, casada. Cansou da rotina e daquelas mesmices. Se viu em um casamento infeliz e uma situação de vida onde não existia amor próprio. Muita gente não sabe, mas o auto-conhecimento e o amor próprio fazem parte de quem você é. Te transforma, para melhor. Uma pessoa que não se aceita, será sempre insatisfeita com tudo e com todos. E é mais ou menos isso que Elizabeth sente na história.

Enfim, resolve entrar de cabeça em um novo relacionamento. Mas pera lá: não seria tão fácil, seria? Aquela versão de que “precisamos de muitos sapos para encontrar o príncipe” se encaixa bem neste perfil – apesar de que, de sapo, James Franco não tem nada – e isso torna a trama mais divertida.

large3

Quando enfim se vê “só”, ela sabe que precisa se redescobrir e finalmente se realizar de ser quem ela é. Inconformada com o seu próprio desanimo para a vida, percebe que não é assim que as coisas devem ficar. Claro que, para isso, ela precisaria sair de onde sempre esteve e conhecer lugares novos – e que lugares! . É então que se vê no seu primeiro destino: Itália. Essa é a parte do “Comer”. Com todas as gostosuras da Itália, Elizabeth enfim começa a perceber coisas que deixou para trás. Novas amizades, novos pensamentos e novas palavras. É quase como um morto voltando à vida (sem falar em todos os pratos que ela se deliciou, néam? que inveja).

large4

large5

Realizada de seus primeiros feitos, com a bagagem cheia de novos aprendizados e amigos inesquecíveis, parte para a Índia, em procura de paz interior e controle da mente. Antes, uma mulher frágil, indecisa e preocupada com o tempo. Elizabeth tinha a convicção de que não poderia ser feliz sozinha. Ela sempre se via na necessidade de ter alguém do lado dela (e não somos sempre assim?). A verdade foi bem diferente disso, e é claro, ela percebeu que não adianta ela querer ter alguém ao lado dela sem ao menos saber quem ela é. Só podemos amar aos outros, depois que amamos a nós mesmos.

large1

large2

Com a mente relaxada, aceitação pessoal e sem peso nas costas, é hora de partir para Bali, terceiro e último destino. Ela volta para encontro de um velho amigo que a aconselhou em anos passados, e finalmente se encontra em casa. É claro que não darei muitos detalhes do filme (mais?) por que a graça disso tudo, é a descoberta. Mas acredito ser um filme ótimo para todos assistirem, independente de gênero. Achei sincero, bonito e desses que temos lições para tirar. Eu sempre me sinto mais leve e feliz quando encontro filmes os quais me identifico, mesmo que a minha história seja totalmente contrária a do personagem. Me identificar com alguém fictício só me prova o quanto somos capazes de novos feitos.

19874367

 

Titulo original: Eat Pray Love

Duração: 2h20

Gênero: Drama/Romance

Ano: 2010

Distribuidor: Sony Pictures

 

 

 

Alguém aqui já assistiu ao filme? (ou leu o livro?!) curtiu? o que achou? vou adorar saber. Enquanto isso, deixo com vocês o player, e meu au revoir.

 

P.S¹: estou surtando com esse fim de semestre. Mais alguém está perdendo os cabelos?

P.S²: indecisa quanto ao nome do blog. Não consigo me desfazer dos benefícios ♥.

P.S³: novo layout porque né, eu me chamo indecisa. Digo, letícia.

Anúncios

90 comentários sobre “EAT, PRAY, LOVE

  1. laynnecris disse:

    Oi, Lê… ainda não vi o filme porque quero ler primeiro o livro. Mas, veja bem… quem dera né pudéssemos ter essa condição de decidir “resolver” nossos problemas com um tour assim, não é? Infelizmente temos que nos descobrir envoltas de toda a massa de coisas que nos acarreta no dia a dia… e tipo, boa sorte ai pra nós!

    Mas, parece ser um filme bacana. Quem sabe leio o livro em 2016. O ano já era, isso assusta.

    Agora mudanças é sempre algo difícil (até no blog)… porque mudar algo acaba tendo que mudar um montão de outras coisas. Mas, é bacana e envolve muita criatividade e esse descobrimento sobre o que realmente gostamos.

    O nome do seu blog é bacana… só não consigo digitar a url sem esquecer de algo… se for mudar mesmo podia só diminuir… rs 🙂 Mas, eu não vejo no problema nesse… sempre copio e colo…

    P.s.: E depois que eu descobri criar páginas com filhos… menina… ajuda pacas!

    Um grande abraço carinhoso

    Laynne

    Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      paginas filho? Como assim? Hahahha *perdidanoblog*
      Ahhh Lay, eu fiquei com vontade de ler o livro agora, gostei bastante do rumo da história :”) ficou bem bacana. E provavelmente só terei tempo pra ler algo em 2016 também hahhaha a gente fala assim, mas esse ano passou voando, né? D:
      E nem me fale, queria eu poder viajar por aí pra me descobrir hahhaa mas no caso, ela é uma adulta mais velha, escritora e ryca. Na vida real, não é bem assim. Mas olha, uma praia beeem distante, la pra fortaleza, já me seria bem útil :”) haha
      E sim, eu acho o nome bem grande hahahahahhahe mas peguei a pratica de escrever né, claro. Mas sei lá, não consigo pensar em algo que me descreveria bem como o café faz hahah vai entender..
      Beijo Lay! :***

      Curtido por 1 pessoa

      • laynnecris disse:

        Páginas filhos são aquelas que desenrolam embaixo de uma página título no cabeçalho. Dá um trabalhinho pra configurar… mas, depois que aprende arruma mais espaço pra ficar tudo mais a mão na página…Se quiser te dou uma dicas in off…

        Mas, não se estresse quanto a nomes e tal… um dia vai olhar pra um beija-flor ou pra lua e vai pensar… eureka… essa sou eu…

        Inclusive tem um filme infantil que eu adoro pacas… “A origem dos Guardiões” e o Jack Frost precisa encontra a cerne dele… aquilo que realmente ele é…aquilo que o define… e é bem essa busca que fazemos a vida toda…

        My name is Jack Frost. How I know this. I know because the moon say me. Only this…

        Curtido por 1 pessoa

      • Letícia disse:

        AHHHH!!! Eu acho esse filme uma graça :”) eu tinha até o bonequinho do Jack Frost, mas minha irmã sumiu com ele! 😪 que barra.

        E depois me explique sim, interessante isso de página.. não sei se chega a ser tipo essas páginas que tenho de “sobre”, “projeto 4 por 4” e “blogroll” que ficam ali em cima.. mas entendi o conceito, acho hahah
        =***

        Curtido por 1 pessoa

  2. André Hottër disse:

    Oie! Tudo bem Letícia?

    Eu adoro esse! Tanto que comprei o Blu-ray dele… É uma descoberta muito grande e que ela só teve com o passar dos anos, já ‘velha’. Por isso eu digo que sempre, sempre, sempre… Seremos capazes de aprender e busca nosso EU interior. É um dos meus filmes preferidos. Claro, que Julia Roberts conta muito para que o filme seja tão perfeito. Adorei.

    Sobrando um tempinho passa lá no blog… Tá cheio de novidades! 🙂
    http://www.andrehotter.com
    👻 Snapchat: andrehotter

    HuG!

    Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      André, obrigado pela visita! Estou bem, e você? 🙂 passarei por lá sim!!! \o/

      E olha, esse filme realmente me deixou com vários pensamentos borbulhando na cabeça. Nunca seremos velhos para buscar aquilo que realmente queremos. Descobrir quem somos pode ser uma batalha infinita, mas que vale a pena ser traçada. Gostei muito da história, da lição, e claro, Julia Roberts magnifica! ❤️
      Beijo, e tenha um bom dia!

      Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      Tina, eu também! Adorei os momentos do filme que ela ficou por lá, o jeito que ensinaram ela a falar gesticulando e tudo o mais hahah certamente quero conhecer a Italia um dia! :”) o livro ainda não li, mas pretendo! Achei bem bacana a historia, vale a pena.
      Beijinho :*

      Curtido por 1 pessoa

  3. moonieamorim disse:

    Lêêêêê…

    Nunca assisti ou li Comer Rezar Amar, mas é uma história que eu tenho um pézinho na linha da curiosidade pra conferir *-* Você me deixou com um pouco mais de vontade, hahaha.

    Ps1: Estou surtando também mas ainda não estou perdendo os cabelos, hahaha.
    Ps2: Não mude o nome do blog, esse é super sua cara ❤
    Ps3: Gostei do layout clean, mas sinto falta do seu logo rsrs.

    Beijo ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      hahhaha eu já tenho pouco cabelo, mas to ficando pior. Não tenho mais unhas e já engordei uns 5 kg (queria ser dessas que emagrece sob estresse psicológico, mas né, seria muito fácil hahah). Acho que quando eu tiver de férias, vou dormir tanto que vão achar que eu morri. Hahahah
      E sobre o filme: eu sempre tive curiosidade de assistir, mas nunca assistia hahah era tipo “nahhh.. Esse nao” hahhaha então comecei a assistir pelo netflix no celular, no meu trabalho (a fora da lei) e amei hahha
      Beijinho May :*

      Curtido por 1 pessoa

  4. maritrindade disse:

    Oii Lê! Então, assisti uma parte do filme com meu esposo, mas não me cativou… 😦 Acho que é porque estava cansada e com sono, acabei dormindo quando ela ainda estava na India, então ainda não vi o final. Gostei muito de quando ela estava na Itália, deles fazendo aquelas gesticulações (hilário!!!) e também do dilema daquela menina na India (do casamento). Vou dar uma segunda chance e assistir de novo!!!
    Xero

    http://mulherpequena.wordpress.com

    Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      Mariii!! Adoro essas duas partes haha a do casamento arrasou meu coração 💔 triste né? Mais triste ainda que esse ato existe até hoje e perpetuará pra sempre..
      Mas assista sim Mari, mas sem sono hah :”) vale a pena e talvez algo te toque como não tocou antes.
      Beijinho :*

      Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      hahha eu achei aquele bem lindinho também, mas como a maioria desses lays free não me dá a opção de cor, fica difícil haha enjoo muito fácil e sinceramente, não curto muito ~ rosinha ~ hahha. Mas eu sei que em breve mudarei de novo haha sou louca.
      E o filme eh uma graça, eu curti. Pena que não gostou D: haha
      Beijão Vera :*

      Curtido por 1 pessoa

  5. Gill Nascimento disse:

    Não assisti o filme, mas li o livro e amei tanto que viajei na época pra conseguir um autógrafo da Elizabeth Gilbert, em Phoenix, surtei ao conseguir e ainda ouvir conselhos dela sobre escrever!
    Se o filme tiver metade da sensibilidade do livro, então deve ser muito bom mesmo!
    Vou tentar assistir até o fim de semana 😉

    Valeu a dica Lê!

    Curtido por 1 pessoa

  6. camilazaions disse:

    Genteee, eu nunca vi esse filmeee, mas quase comprei o livro ontem na Saraiva, será que é bom? To curiosa para ver os dois! Aaaa Lêe, o nome do blog é tão legal, não muda não! hahaha Beeeeeijãooo ❤

    Curtido por 1 pessoa

  7. Camila França disse:

    Esse filme é lindo (fiquei com vontade de assistir de novo, acho que vou fazer isso, haha).
    O que acho bem legal é que ele é brasileiro, faz com que a gente se sinta mais perto… eu sempre gosto quando tem algo ligado ao Brasil em filmes de fora.
    Acho que tô precisando de uma viagem de autoconhecimento, só me falta o dinheiro.

    Minhas aulas da faculdade vão retornar semana que vem (tive greve) e eu já tô pirando porque vou pegar 8 matérias e não vou ter vida, ahahaha.
    Não muda o nome não, os benefícios é tão você… ahahahah
    Eu curti o layout, mas eu adorava o seu logo.

    Um beijo!

    Curtido por 1 pessoa

  8. Lari Reis disse:

    Eu adoro a mensagem desse filme e acho o filme em si legal, mas esperava mais. Muito provavelmente porque as pessoas ficaram tão obcecadas falando bem dele que eu achei que seria NOOOSSAAA, rs.

    Fim de semestre pra mim é uma coisa que não existe mais, mas vou confessar que sinto falta. Adorava me sentir tão produtiva que até faltava tempo, rs.
    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  9. Srtabrito disse:

    Assisti o filme e amei. estava mesmo sumida agora entendi, também tento conciliar muita coisa ao mesmo tempo, Não muda o nome do blog não, ele é tão você. e você pode associar o café a tudo que escreve, dá pra ver este filme tranquilamente tomando uma xícara de café. rs! bj

    Curtido por 1 pessoa

  10. lisandradrower disse:

    1 – Sempre tive receio desse filme porque dizem ser muito monótono, mas agora deu vontade de assistir.
    2 – Siim, esse fim de semestre está sendo punk, tenho todo um documentário pra editar, filmei a maior parte (mas o bom é pro portfólio!).
    3 – Esse nome do blog é sensacional, deixe como está, ele não te prende de maneira alguma a falar só de café haha adoramos indicação de filmes.
    4 – De vez em quando é bom dar um “tapa no visu” do blog, até mesmo para a evolução dele.
    Beijos, Lis!
    Volteiii *–*

    Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      hahahha pior que eu só falei de café aqui uma vez D: chocada hahahah
      Esse semestre tá incorporado no kpta, sinixtro! Hahahha e mudar eh bom né? A gente muda o tempo todo, o blog tem esse direito :”) haha
      Beijao Lis e Uhuuu \o/ shes back haha
      =*

      Curtido por 1 pessoa

  11. Vogue Addiction disse:

    Lelê, eu amei, sério! Que texto gostoso de ler! Nunca vi o filme, mas já ouvi falar e MUITO, mas só o seu post realmente me deixou com vontade de ver! Hihi Eu amo as suas mudanças no blog, você tem um ótimo gosto pra layouts! E o que dizer sobre a foto que está ali??? Nada, só observar! Está linda demais!!! Beijinhosss ❤ ❤ ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      haha estelinha, tu sabe que sou surtada, nunca deixo um layout por mais de 2 semanas, tenho problemas. Daqui a pouco vai acabar minhas opções de layout free hahah :~
      E esse filme é muito bom, trate de assistir!!! ❤
      beijão amore :*

      Curtir

  12. Thaís Gualberto disse:

    Oiii!!! 🙂

    1. Não mude o nome do blog, é ótimo!
    2. Tomei um susto quando cheguei aqui e, opa, novo layout, mas é ótimo para o nosso cérebro esse tipo de mudança;
    3. Já tive uma queda de cabelo meio bizarra (mais de 200 fios/dia) quatro meses depois de ter dengue. Minha dermatologista prescreveu 3 meses de uma vitamina e uma loção anti-queda da La Roche Posay (super cheirosa, por sinal). Em duas semanas voltou a cair dentro da média; em um mês e pelos 6, oito meses seguintes, caiu muito menos que a média;
    4. Tenho o livro desse filme, mas não li. Tenho aliás a continuação do livro: “Comprometida”! Nunca assisti o filme. Deve ser um dos próximos que tirarei da estante, aí faço uma resenha lá para o blog 😉

    Beijooooos e muita sorte com o TCC, lembro bem como esse é um período super estressante! ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      obrigado Thaís!!! tá bem estressante mesmo haha me sinto a surtada, essas louquinhas que andam na rua e todo mundo olha. Mas ja já acaba, e daí, só alegria hahha. E eu quero ler o livro, me falaram que é realmente bom, e se for como o filme, sei que vou curtir! :’D e esse la roche posay é carinho? tô num corte de verbas por aqui haha mas adoro produtinhos pro cabelo, principalmente se for pra cuidar da saúde deles..e sobre layout, sou extremamente indecisa. Não duvide que daqui a 1 semana será outro hahah
      beijinho :*

      Curtido por 1 pessoa

      • Thaís Gualberto disse:

        Hahaha Exatamente essa a sensação que eu tinha na época!
        É bem cara a loção, mas vale à pena, pois dura uns seis meses. Basta aplicar um pouquinho na linha do meio e mais um tantinho em cada lateral, pentear para espalhar e pronto. Eu também uso o shampoo Dercos Antiqueda, da Vichy, que está uns 60 reais, mas também dura bastante, pois eu alterno com um anticaspa e só pouco mais de um pingo já faz muita espuma e limpa super bem. E acredito que para você duraria ainda mais, pois eu uso o cabelo comprido; você, curto.
        Beijos!

        Curtido por 1 pessoa

  13. Bruna disse:

    Assisti esse filme fazem alguns anos e apesar de na época nao ter entendido direito o “motivo” de tudo, agora eu vejo ele com totalmente outros olhos. Gosto do jeito que ela mudou quando percebeu a questão da felicidade. Eu com a idade da personagem do filme nao sei se teria coragem de mudar, ainda mais vendo o rumo que a vida da mesma tinha tomado ao longo dos anos. Eu, como pessoa, me deixei influenciar pelo que vi no filme. Tento fazer o que eu acho que faz bem para mim, nem que seja fora do país onde nasci. Aqui eu vejo o que eu tinha feito de errado e fico longe de todas as limitações de antes. Fico muito curiosa a respeito do livro, deve ser ótimo!
    Adorei a forma que você descreveu o filme Lê! Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      bru, obrigado! :’D que bom que curtiu. Eu sempre digo que não sei fazer resenha de livros/filmes, mas gosto de falar o que penso sobre, ruim que acabo falando muito do filme em si haha, Mas, eu curti muito a história e o que ela retratava. E inclusive comentei isso antes, se eu tivesse visto esse filme quando lançou, talvez não entendesse ou olhasse com os mesmos olhos que desta vez. Isso acaba sendo bem relevante haha 🙂
      beijinho :*

      Curtir

    • Letícia disse:

      hahaha isso é.. mas acredito que vou deixar esse mesmo, me identifiquei bastante com esse nome no começo, acho que eh uma fase hahah e eu sei como é isso, tem milhões de filmes que eu passo e penso “ah, hoje não” hahha
      beijão :*

      Curtido por 1 pessoa

  14. Robécia disse:

    Sobre o novo layout eu amei ficou lindo Lê! *-* Arrasou.

    E sobre esse filme, já fiz até post também, é um dos meus preferidos, nunca me encontrei tanto em um filme quanto esse, acho tudo nele maravilhoso, as cenas, a música o enredo, ai é tudo muito perfeito, a Julia esta linda demais nele, e super combinou com o papel <333
    Essa coisa de se descobrir pra ser feliz é a verdade mais pura que há ♥ E as vezes me pego na cena que ela se descobre e não quer ou acha que vai ser necessário abrir mão daquilo que consquistou já que esta amando de novo, é lindo a mensagem que o filme passa, enfim apenas muito amor por este filme ♥

    Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      roh, esse filme é mara! :’) adorei, fora que dá pra tirar muito proveito dele, principalmente nesse sentido de se descobrir, saber quem é e o que quer haha.
      E que bom que curtiu, fico feliz \o/ eu e layout somos grandes inimigos hahha
      beijão amore :*

      Curtido por 1 pessoa

  15. blogirradiar disse:

    Vi que muita gente fez listinha, então eis a minha:
    1- eu amava o outro layout, mais clean, mas esse tá amor tbm ❤
    2- eu AMO esse filme, não é um dos preferidos, mas a lição q ele tem é de inspirar a todos,abriu meus olhos quando assisti. AMOR por Julinha ❤
    3-eu tbm to desesperada com final de período, qq isso hein? nossa, cansei! hahahaa
    4- eu vou comentar em todos teus posts, bjs

    Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      hahahha AMO listas, vamulá:

      1) eu também curti aquele, mas tava muito menininha hahah idk, me incomoda um pouco. Esse também não me satisfaz, por ser cinza e IMPOSSIVEL de mudar a cor, esse caralhus hahahah
      2) esse filme eh uma graça, adorei assisti-lo e to louca pra ler o livro agora haha julia arrasa muito 😪
      3) eu devo ter perdido todas as unhas, todas as calças e os fios de cabelo. tô parecendo uma psica hahaha
      4) CHEGA CHEGANDO, adooooro hahahhah

      Beijo amore :*

      Curtir

    • Letícia disse:

      bem legal mesmo, né? fiquei com várias coisas na cabeça depois desse filme haha mudança é sempre bom, quando estamos nos perdendo, precisamos descobrir quem realmente somos..
      beijinho carol, e que bom que curti ahahhah *—*
      =*

      Curtir

  16. Naty Rossim disse:

    Nunca assisti esse filme, sempre “passava” por ele e falava que depois iria assistir, e foi assim por um bom tempo hahaha. Realmente o filme parece ser ótimo.
    E sim Lê, também estou perdendo os cabelos! Fim de ano é terrível!! Fico imaginando quando chegar o meu ultimo ano da faculdade também, entrega de estágio, apresentação de tcc…

    beijos

    Curtido por 1 pessoa

  17. van disse:

    Faz tempinho que esse filme tá na minha lista mas toda vez que eu procurava algo pra assistir batia o olho nele e bah… Agora, com seu texto, deu vontade =)
    Tbém tô numa correria e te entendo, meu bloguinho tava abandonado mas vou ver se retomo. Vc, aliás, tá escrevendo até bastante pra quem está com falta de tempo haha
    Seus textos são sempre uma delícia, adorooo!
    Bjinhos

    Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      Hahhaa eu sempre tento escrever, mesmo que pelo celular (o que eu acabo fazendo sempre hahah) daí consigo ir postando. Mas não consigo visitar todos os blogs e dar muita atenção pro blog hahah fica meio automático, sabe? Posta/comenta/responde. Aí eu fico ansiosa pq fico sem tempo e tenho mt o que fazer hahahhaha
      E esse filme é ótimo, assiste sim hahah :”)
      Beijinho :*

      Curtido por 1 pessoa

  18. tamiresbranu disse:

    Ai, Lê, num guento não! Novamente, cê diz o que tava na minha cabeça e nas minhas sensações. E esse filme também está na lista do blog. Gosteeeei demais e me identifiquei com tudo, é claro, já que desde o ano passado tenho atravessado meu próprio despertar. E o que dizer da questão da comida? Ai meu pai! Atravessei uma leve depressão pela vontade de poder me jogar em tantos pratos como ela e sem poder. Mas… É vida que segue! Muita sorte com o fim do semestre e segura na mão de Deus que vai dar tudo certo!
    Ah! Quando ao layout do blog e a mudança só digo uma coisa: mude quantas vezes for necessário para você se encontrar nele.
    Um beijão! :*

    Curtido por 1 pessoa

Tem algo pra compartilhar aqui? Deixe seu comentário! Vou adorar ler (e responder).

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s