PROJETO QUATRO POR 4: FRAGMENTADOS #1

sala de visitaHi. Hoje é dia do “primeiro post” de resenha do projeto 4 por 4, espero que vocês gostem. O post acabou saindo um pouco depois do combinado, devido alguns probleminhas técnicos, hahaha. Mas aqui está, em primeira mão, o início de algo maravilhoso, que me rendeu boas risadas, conversas, novas amizades e leituras ótimas. Aproveito esse post para ressaltar à vocês, a importância de ler. Existe um mundo cheio de fantasias, sonhos e mistérios por aí. Não vale a pena deixar a preguiça vencer e largar a oportunidade de ter um livrinho cheiroso às mãos. VAMÔ LER, GALERA!

Sem mais delongas, apresento à vocês, FRAGMENTADOS, de Neal Shusterman.

Sinopse: Em uma sociedade em que os jovens rejeitados são destinados a terem seus corpos reduzidos a pedaços, três fugitivos lutam contra o sistema que os fragmentaria . Unidos pelo acaso e pelo desespero, esses improváveis companheiros fazem uma alucinante viagem pelo país, conscientes de que suas vidas estão em jogo. Se conseguirem sobreviver até completarem 18 anos, estarão salvos. No entanto, quando cada parte de seus corpos desde as mãos até o coração é caçada por um mundo ensandecido, 18 anos parece muito, muito longe.

A minha opinião quanto ao livro: Comecei a leitura como quem não quer nada, mas acabou que Fragmentados conseguiu captar minha atenção. Me identifiquei de cara com Connor, um dos principais personagens. Seu jeito explosivo e muitas vezes, egoísta, reflete muito o que a sociedade é nos dias atuais. A verdade é que o livro é característico de uma crítica a sociedade moderna. A nossa alma realmente pode ser vendida? É possível estipular um preço para coisas que nos formam? Neal conseguiu chamar a atenção para esse best-seller curioso, com personagens marcantes e com uma narrativa extremamente fácil e gostosa de ler. De uma forma extrema, os jovens Connor, Risa e Lev, veem seu mundo mudar totalmente ao serem marcados para a Fragmentação. Será possível se descobrir (e se salvar) em meio a tamanha injustiça e confusão? Se atente aos detalhes do livro e perceba que, apesar de uma dura distopia, nossa realidade não está muito distante dos fragmentos.
INTERESSANTEA opinião da Juliana, do “Fabulonica” quanto ao livro: Como a “Lei da vida” pode autorizar a morte? Impossível? Não em um futuro próximo. Realista, minucioso, complexo e perturbador. Fragmente suas ideias sobre direitos humanos antes de iniciar a leitura desta obra e prepare seus nervos para adentrar no sistema mais ditatorial que já existiu. Narrado em 3ª pessoa sob a visão de muitos personagens, Fragmentados cria linhas de pontas soltas que se atam a cada capítulo. A linguagem é simples, porém suas metáforas são tão inteligentes que fazem o leitor refletir o tempo todo sobre quão frágil é a vida. Os personagens são bem construídos para o contexto em que foram inseridos e a cada cena conseguimos ver claramente que o tão questionado “fim do mundo” pode ser proveniente de algo mais simples que doenças, tecnologia ou fenômenos da natureza. O gatilho destruidor da nossa sociedade é o próprio ser humano.
SEM PALAVRASA opinião da Laynne, do blog “Meu Espaço Literário” quanto ao livro:  Imagine que sua vida foi considerada inadequada e foi decidido que você não precisa mais VIVER. Você será FRAGMENTADO. Suas partes continuarão “vivendo” em outros corpos. Concorda? Isso não faz diferença! Sua opinião não importa! E isso não é o PIOR! O mais assustador é que essa decisão é tomada por livre e espontânea vontade pelos próprios pais. Numa narrativa leve, fluída, bem construída, humorada, criativa, envolvente, a história é descrita sob o ponto de vista de seus personagens: Risa, Lev, Connor e outros; Neal tenta (e consegue) enveredar o leitor á um mundo em que as piores atrocidades humanas são permitidas por lei e aceitas pelo povo. Parece-lhe familiar? Concordo! Venha conhecer esse mundo distópico de Neal e acredite; a ficção não está assim tão distante da nossa realidade! Que medo!
ENVOLVENTEA opinião da Mayara, do “Coelho da Lua”, quanto ao livro: A cada capítulo que lia, tentava absorver o tema da trama e enxergava como se o mundo realmente fosse assim, por que é algo possível. É repulsivo saber que a humanidade possa permitir atos tão absurdos. Senti o peso da realidade na vida dos Fragmentários, pois um dia você está lá sendo embalado pelo amor de seus pais e no outro eles simplesmente decidem que você não merece mais viver. No contexto político-cultural da trama, a Fragmentação se tornou um “negócio”, apesar de não ter sido criada nesse intuito. Para os familiares que descartam é o de “se livrar do que traz problema”, para o governo é reduzir o alto número da população problemática, para a medicina é o de estender a vida dos que receberão os “transplantes” com os órgãos e para a empresa que faz a “colheita” é o dinheiro ganho na venda dos órgãos. O que é surrealmente asqueroso… Decidirem por você sobre você e sobre a sua vida, te privando de um mundo onde você é você e não parte de outros. E o pior? A nossa sociedade na realidade não está muito distante disso.

INTERESSANTEEssas foram as considerações sobre essa distopia incrível, escrita pelo Neal   Para continuação do Projeto, o próximo livro da lista é “O Gigante Enterrado”,

Sem título

~ Alguém aí se interessou no livro? Curtiu as resenhas? Diga sua opinião, vamos adorar saber!

E quanto ao próximo livro, alguém irá nos acompanhar nessa?!

Au revoir, Lê.

|| osbenefíciosdebebercafé || fabulônica || laynnecris || coelhodalua ||

Qualquer sugestão de livro, tema e participação, só entrar em contato através do e-mail blogbeneficios@gmail.com

Anúncios

71 comentários sobre “PROJETO QUATRO POR 4: FRAGMENTADOS #1

  1. laynnecris disse:

    Leh, primeiramente você está conseguindo deixar seu blog cada vez mais “cute”. E, poxa que legal que essa experiência tem sido tudo isso pra você. Para mim também tem sido especial. Além das novas amizades, tenho descoberto muitas coisas boas sobre tudo e sobre mim mesma. Quanto ao livro foi muito bacana essa nossa viagem. Cara, eu consegui ver as cenas de cada capítulo. Me diverti bastante e refleti muito também.

    Um grande abraço e vamos engrenar no próximo, que vai exigir um pouco mais de nós… ❤

    Curtido por 3 pessoas

  2. Lari Reis disse:

    Oi, Lê!
    Olha, eu tenho quase certeza que já li sobre um outro livro que tenta passar a mesma mensagem, de uma forma não muuuito diferente (não tão macabra, rs). Não consegui lembrar qual 😦 Tentei pesquisar sobre, mas é difícil. Achei a série “Feios”, mas não tenho certeza de que seja essa até porque, só li uma resenha também. Sigo com a pulga atrás da orelha!
    De qualquer forma, é uma temática bem bacana para um livro 🙂

    Curtido por 3 pessoas

    • Letícia disse:

      ahhh, já ouvi falar desse tal de Feios.. vou dar uma pesquisada.
      E esse tipo de tema me interessou bastante.. acaba que a sociedade é bem similar a essas distopias, de um jeito menos fictício e talvez, mais cruel :~ haha
      beijão! =*

      Curtir

    • laynnecris disse:

      Acho que sei sobre qual livro está falando Lari Reis. Acho que é Não me abandone Jamais. Se for esse tem até filme. É uma história bem triste e reflete também essa temática que é abordada em Fragmentados.

      Inclusive é do mesmo autor do próximo livro do projeto “O Gigante Enterrado” – Kazuo Ishiguro.

      Curtido por 2 pessoas

      • Lari Reis disse:

        Oi, Laynne. Olha, pesquisei aqui e não é esse não! (Mas, parece legal também). Continuo intrigada que não consigo lembrar ou descobrir de qual livro eu estou falando kkkkk. Agradeço por tentar me ajudar :*

        Curtido por 2 pessoas

      • laynnecris disse:

        Rs as vezes acontece comigo também esquecer algo que tenho certeza que sei… e o pior eh que as vezes já esqueci nome de pessoas que sei que conheço, e ai estou eu lá ouvindo a pessoa falando e falando e eu tentando pelo amor de Deus lembrar como é mesmo o nome dessa criatura… kkkk Beijocas e se lembrar me conta… adoro essas dicas e tal

        Curtido por 2 pessoas

      • Letícia disse:

        Hahahahhahah EUUU!!! Eu na vida, sempre. Inclusive, fui com o raul comprar um perfume p mãe dele e a menina que trabalhava na loja falou “vc n eh a leticia..” Ai eu “meudeussss qual o nome dessa criatura” hahahhaha ela sabia ate o nome da minha tia e eu n lembrava o dela :”( hahahahha
        Beijo!!!

        Curtido por 1 pessoa

      • laynnecris disse:

        Isso já aconteceu comigo e até hoje estou mortificada de raiva por não me lembrar. Uma moça correu do outro lado da rua e me abraçou, perguntou da minha mãe, da minha irmã… e eu sabia que a conhecia, mas na minha cabeça não conseguia lembrar nem o nome dela e nem quem eram as pessoas que ela estava falando… e morrendo de medo de falar alguma coisa que mostrasse a minha total falha. Nossa! fiquei muito chateada e fiquei vasculhando na cabeça, mas até hoje não sei o nome e nem de onde a conheço…

        Curtido por 1 pessoa

  3. Ana Karollayne disse:

    Já estou esperando a resenha do próximo haha. Depois de ler a resenha de vocês, cheguei a conclusão que também achei interessante heheh, queria ter um lista menor de livros para serem lidos para encaixar ele :c . Sim, uma curiosidade..como vocês escolhem os livros??
    Beijos Beijos lê!!

    Curtido por 2 pessoas

  4. camilazaions disse:

    Esse projeto é muito bacana. Adorei ter uma opinião de cada uma, para saber mais e mais sobre o livro. Achei a história super louuca, fiquei muito curiosa para ler, parece bem interessante! Continuem com as resenhas, adoreiii! Beeeeeijão, Lê e parabéns pra todas! ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Letícia disse:

      siiim cami!! \o/ a ideia é justamente essa. Acaba que as pessoas vão se identificar mais com a opinião de uma do que da outra, e isso que torna a coisa toda legal 😀 hahaha
      e que bom que curtiu, espero que se inspire para ler algo haha
      beijão linda =*

      Curtir

Tem algo pra compartilhar aqui? Deixe seu comentário! Vou adorar ler (e responder).

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s